Hemonúcleo de Piracicaba precisa de doações

O Hemonúcleo de Piracicaba (HP), localizado dentro da Santa Casa, precisa de doação de sangue. De acordo com a assistente social do HP, Kelly Cristina Borges, a doação diária tem sido entre 30 e 40 pessoas, mas o ideal seriam 60. Cada doação equivale a 450 ml de sangue. Kelly explicou que os sábados são importantes para esse serviço já que, durante a semana, a maioria das pessoas não encontra tempo para a doação. Durante a semana, o atendimento é das 7h30 às 13 horas. Aos sábados, as pessoas são recebidas das 7h30 ao meio-dia.
“O estoque oscila e nesse momento precisamos de todos os tipos sanguíneos”, explicou a assistente social. A profissional disse, ainda, que no início do ano há uma escassez de doadores e por isso torce para que as pessoas procurem o HP. A época de Carnaval, disse ela, também é crítica em termos de doação. Kelly contou que o sangue coletado na cidade ajuda os hospitais locais e também da região. São pelo menos 15 Unidades que esperam o sangue doado no HP.
“Doar é um gesto de solidariedade, vontade de ajudar o próximo. É altruísmo. Uma doação colabora para a qualidade de vida de muitas pessoas”, disse. Kelly frisou que a doação é segura e feita com todo cuidado. Materiais descartáveis são utilizados para a coleta. A assistente social contou que existem mitos sobre a doação. Entre os mitos, está o de que o sangue vai engrossar ou afinar.
“A doação é segura. É só responder com sinceridade a entrevista antes da doação. Seguem-se critérios técnicos”, declarou. De acordo com a assistente social, o Sangue O Negativo é universal. “Os sangues que mais faltam são os tipos negativos”, ressaltou.
Como doar
Ter idade entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos de idade (menores de 18 anos de idade devem possuir consentimento formal do responsável legal); pesar no mínimo 50 quilos; estar alimentado (evite alimentos gordurosos nas três horas que antecedem a doação); caso seja após o almoço, aguardar três horas; ter dormido pelo menos seis horas nas últimas 24 horas.
No ato da doação, é preciso apresentar documento de identificação com foto emitido por órgão oficial (Carteira de Identidade, Carteira Nacional de Habilitação, Carteira de Trabalho, Passaporte, Registro Nacional de Estrangeiro, Certificado de Reservista e Carteira Profissional emitida por classe).
Dentre os impedimentos para doar estão: gripe, resfriado e febre (aguardar sete dias após o desaparecimento dos sintomas); período gestacional; período pós-gravidez (90 dias para parto normal e 180 dias para cesariana); ter estado exposto a situações de risco acrescido para doenças sexualmente transmissíveis (aguardar 12 meses após a exposição). Mais informações pelo telefone: (19) 3422-2019.
FONTE: Gazeta de Piracicaba