Data da declaração do Imposto de Renda não deverá ser prorrogado em 2020

- Publicidade -

Diversos estabelecimentos de portas fechadas e outros segmentos estão estagnados há uma semana, enquanto a população piracicabana está em isolamento social. As medidas foram adotadas para evitar a propagação do coronavírus (Covid-19), doença que vem aterrorizando o mundo. Com parte da cidade parada, eventos e entregas de documentos foram canceladas ou tiveram sua data alterada, mas, em relação a declaração do IR (Imposto de Renda), que vai até o dia 30 de abril, não deverá sofrer alterações, como explica Vitório de Jesus de Luca Brunheroto, delegado da Delegacia da Receita Federal do Brasil em Piracicaba/SP.

“Está havendo um certo lobby quanto a isso (prorrogar a data), mas, oficialmente não tem previsão sobre uma mudança, portanto não podemos trabalhar com essa hipótese, muito pelo contrário, acho que o prazo não será prorrogado”, disse Vitório, ressaltando que é uma decisão que não cabe a ele. “É uma decisão política e econômica que não está no âmbito da Receita Federal, envolve outros setores, portanto a decisão está sendo tomada em instâncias superiores”, completou.

Mesmo com a pandemia como ‘adversário’ para a entrega, Vitório acredita em um aumento nas declarações, sabendo da dificuldade em que, principalmente as pessoas que dependem de escritórios de contabilidade vão ter. “A previsão de entrega continua sendo a qual estamos pensando em trabalhar, com aumento de cinco a seis por cento. Essa pandemia está dificultando um pouco, já que os escritórios de contabilidade não estão conseguindo fazer as declarações, já que estão com funcionários afastados em razão da quarentena. Para essas pessoas que usam destes serviços nos escritórios podem ter certo problema, mas, para quem faz pessoalmente, acredito que não tenha muito problema”, comentou.

A confiança para as pessoas físicas entregaram suas declarações vem do suporte da Receita Federal, por meio de canais de atendimentos oferecidos. “Temos o serviço chamado Fale Conosco, que aumentou a demanda na última semana, que são funcionários que auxiliam os clientes via telefone. Temos também o e-chat, que é um chat da Receita na qual as pessoas também estão buscando atendimento. Os plantões fiscais não estão mais sendo fornecidos em razão da quarentena”, explicou.

A previsão da Receita Federal é de receber em 2020, 106.076 declarações de Piracicaba, representando um aumento de 4,31% em relação a 2019, quando 101.691 piracicabanos declararam seus vencimentos do ano anterior. Até o último domingo (29), foram declarados 27.020, representando 25,47% da expectativa da Receita no município piracicabano.

 

FONTE: Jornal de Piracicaba

Anúncios