ArcelorMittal encerra a fase de apresentações das grandes empresas no Ciclo de Desenvolvimento Econômico

A última etapa do Ciclo de Desenvolvimento Econômico foi realizada (05/09), às 19 horas, no auditório da Associação Comercial e Industrial de Piracicaba (Acipi). O palestrante da noite foi o diretor da unidade de negócio da ArcelorMittal, Luiz Augusto de Arruda Penteado.

Luiz Augusto de Arruda Penteado, iniciou a palestra com um resumo da história da empresa. Falou também que a ArcelorMittal é o maior grupo siderúrgico do mundo com uma produção de 96 milhões de toneladas de aço para os segmentos da construção civil, indústria naval, automobilística, eletrodomésticos, de infraestrutura, dentre outros.

Ele também informou aos participantes como a ArcelorMittal agiu e encontrou maneiras para superar a crise que abalou o setor. “A solução foi readequar a produção, que está abaixo do potencial da empresa que é a de produzir 1 milhão de toneladas de vergalhões ao ano. Foi necessário adaptar o quadro de funcionários também mas junto com o Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Piracicaba e região, conseguimos manter o nível de emprego muito maior do que o nível da demanda”, destacou.

O mediador da palestra foi Roberto Chamma, presidente do Simespi.

O gestor geral da ArcelorMittal, Alexandre Dias, explicou ao público como uma empresa pode ser tornar fornecedor, realizando inicialmente um pré-cadastro no site.

O Ciclo teve início em agosto e contou com as apresentações da Caterpillar, Raízen/Cosan e Hyundai. Em todas as edições do Ciclo, as empresas apresentaram sua visão estratégica de negócios, analisaram alternativas para a crise e mostraram aos empresários como se tornar um fornecedor.

Realizado através de uma iniciativa do Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Piracicaba e região, Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas, de Material Elétrico, Eletrônico, Siderúrgicas, Fundições e Similares de Piracicaba e Região (Simespi), Acipi e Prefeitura de Piracicaba, o evento foi idealizado pelo secretário do Emprego e Relações do Trabalho do Estado de São Paulo, José Luiz Ribeiro e contou também com o apoio da Gazeta de Piracicaba.

Para o secretário do Emprego e Relações do Trabalho do Estado de São Paulo, José Luiz Ribeiro, “Este Ciclo foi somente o inicio, pois não iremos parar por aqui. A hora que a economia retornar estaremos preparados. Ainda seremos o maior polo industrial de São Paulo”, comentou.

Para Manoel Castilho, diretor do Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Piracicaba e região, “Foi uma grande oportunidade para as empresas conhecerem as multinacionais. Esperamos que a economia volte a crescer para gerar emprego e renda para o país”, destacou.