Descongestionante nasal e remédio para diabetes têm lotes suspensos

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou a suspensão de lotes de dois remédios consideravelmente usados pelos brasileiros. Estamos falando do Glicamin, uma opção contra o diabetes, e do Salsep solução nasal em spray, usado como descongestionante nasal.

Fabricado pela farmacêutica Geolab, o remédio que controla o nível de glicose no sangue, não passou em testes executados pelo Laboratório Central de Saúde Pública, em Santa Catarina. O Glicamin é indicado para o tratamento do diabetes que não depende de injeções de insulina. O lote afetado é o 1705201, com validade para maio de 2019.

No caso do Salsep, a própria Libbs – responsável pelo produto – anunciou o recolhimento voluntário de vários lotes. Isso porque foram detectados, especificamente nesses produtos, alguns desvios de qualidade.

Além de um descongestionante nasal, o produto é usado como antisséptico e fluidificante. É, portanto, uma opção comum para pessoas com rinite e não possui vasoconstritores ou corticoides. Na realidade, trata-se de uma solução de cloreto de sódio.

Confira abaixo os lotes afetados:

Lotes proibidos de Salsep solução nasal em spray proibidos
17A0379 (Val. 01/2019) 18C0384 (Val. 03/2020)
17J0329 (Val. 10/2019) 18C0388 (Val. 03/2020)
17K0646 (Val. 11/2019) 18C0393 (Val. 03/2020)
17K0649 (Val. 11/2019) 18C0394 (Val. 03/2020)
17K0650 (Val. 11/2019) 18C0396 (Val. 03/2020)

 

FONTE: Saúde Abril