Proposta de concessão de rodovias prevê três pedágios na região de Piracicaba, SP

A minuta do edital de concessão de 1.201 quilômetros de rodovias do governo estadual, em fase de análise em audiências públicas, prevê a criação de três praças de pedágios na região de Piracicaba (SP). Duas delas seriam na Rodovia Geraldo de Barros (SP-304) e outra na Hermínio Petrin (SP-308).

A Agência de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp) informou que os pontos para instalação das praças não estão definidos, já que o edital vai agregar as requisições feitas por moradores ou entidades civis durante as audiências e pela internet. Por isso, os locais podem previstos podem mudar.

A próxima audiência está prevista para 27 de março em Marília (SP) e o prazo para enviar contribuições ao edital acaba no dia 31 do mesmo mês.

“Todas as contribuições encaminhadas serão analisadas pelas áreas técnicas da agência para balizar possíveis alterações no edital da licitação, com a inclusão de propostas pertinentes encaminhadas pela sociedade civil. A definição da localização das praças de pedágio só ocorrerá depois da análise de todas as contribuições”, informou a Artesp.

Ainda segundo a Artesp, quando o edital for concluído, a concessionária que vencer a licitação e assumir a administração do lote de rodovias deverá cumpri-lo sem alterações.

Praças de pedágios que podem ser instaladas na região

Rodovia Km Cidade
Geraldo de Barro (SP-304) 212,34 São Pedro
Geraldo de Barros (SP-304) 182,36 Piracicaba
Hermínio Petrin (SP-308) 182,25 Piracicaba

A localização prévia das praças consta na apresentação utilizada pela agência nas audiências públicas e na minuta do edital, todas disponíveis no site da Artesp.

A agência realizou cinco audiências públicas para discutir o projeto, que se chama Concessão Piracicaba – Panorama. As primeiras ocorreram em São Paulo e em Bauru no dia 11 de março.

Rio Claro e Osvaldo Cruz também tiveram reuniões em 12 de março. Um dia depois houve encontro em Rancharia. Por fim, haverá a audiência de Marília.

Além dos pedágios em São Pedro e Piracicaba, a SP-304 também tem como previsão a instalação de uma praça em Dois Córregos (SP).

Duplicação

O edital de concessão também prevê que a SP-304 seja duplicada em toda a extensão que ficará sob concessão. Atualmente, ela é duplicada até o km 177,5.

Além disso, a concessionária vencedora deverá construir vias marginais no trecho de Piracicaba e implantar um contorno entre São Pedro e Águas de São Pedro.

O projeto

O lote de concessão foi anunciado pelo governador de São Paulo, João Dória (PSDB) em 15 de fevereiro. Em todo o estado, o lote inclui 1.201 quilômetros de rodovias, sendo que 983 km são estaduais, mantidos pelo DER, e 218 km são administrados pela Centrovias desde 1998.

O contrato com a Centrovias vence neste ano e as rodovias sob responsabilidade da empresa entram no lote da licitação.

Segundo a Artesp, com a concessão o valor dos pedágios deve ter queda de 20%. Atualmente, o valor médio cobrado pela Centrovias, concessionária responsável por 218 quilômetros do lote desde 1998, é de R$10,40.

A nova licitação também prevê desconto de 5% no valor da tarifa de pedágio para aqueles que utilizarem o sistema de pagamento eletrônico, tarifa flexível por fidelidade, sistema Ponto a Ponto, compensação da emissão de gás carbônico durante a operação e iluminação solar.

FONTE: G1 Piracicaba