Estoque de sangue abaixo do normal

- Publicidade

Os estoques de sangue da Santa Casa de Piracicaba estão abaixo do normal, e se não houver doações de sangue nos próximos dias, os atendimentos de urgência, emergência e as cirurgias eletivas podem ser comprometidos. A Instituição Filantrópica solicita a colaboração de doadores entre a população para a normalização do Banco de Sangue. A queda no número de doadores justifica a redução dos estoques de sangue, contou o médico André Luis Gervatoski, diretor-clínico da Santa Casa de Piracicaba. “A população precisa se conscientizar da necessidade de doar sangue”, enfatizou.
No município, as doações de sangue são feitas no Hemonúcleo Piracicaba – órgão estadual ligado à Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), que realiza as coletas e distribui sangue aos hospitais de Piracicaba e Região. O Hemonúcleo está instalado no Complexo Médico da Santa Casa de Piracicaba, e funciona de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 13 horas (eventualmente aos sábados).
Segundo a Santa Casa, somente nesta terça-feira (10), houve cinco casos de urgência e de emergência cujos pacientes necessitaram de transfusões de sangue. De acordo com o diretor-clínico, “a necessidade diária da Santa Casa é de 11 unidades (bolsas) de concentrado de hemácias”.
“As urgências são frequentes e inesperadas. Se houver falta de sangue, inicialmente vai comprometer as cirurgias eletivas e, posteriormente, pode comprometer atendimentos de urgência e emergência”, afirmou Gervatoski.
Hora de ajudar
Quem pode doar sangue?
*Pessoas entre 18 e 69 anos de idade
*Menores de 18 anos de idade precisam estar acompanhados do responsável legal e com documento para autorização formal
*Maiores de 60 anos de idade não podem doar se for a primeira vez
*Pesar, no mínimo, 50 quilos
*Não estar em jejum; apenas evitar comidas gordurosas e, após almoço, aguardar três horas
*Estar descansado
*Não fumar até duas horas antes e duas horas após a doação.
Fonte – Hemonúcleo de Piracicaba.