Sindicato dos Metalúrgicos assegura aos trabalhadores reajuste salarial e cláusulas da Convenção Coletiva até 2020

- Publicidade -

Os trabalhadores metalúrgicos de Piracicaba e região, a partir de janeiro de 2020, terão o reajuste salarial sobre o índice da inflação de 2,55%.

O Vale-Alimentação especial de Natal é de 8% ou 3 parcelas de 2,7% cada. Cesta básica (Vale-Alimentação) no valor de R$ 325,00. O piso salarial é de R$ 1431,30, para empresas com até 100 funcionários e R$ 1698,80 acima de 100 trabalhadores. Sindicato também garantiu PLR (Participação nos Lucros e/ou Resultados) a todos os trabalhadores: De 1 a 30 empregados: R$ 307,20; De 31 a 50 empregados: R$ 448,00; Acima de 50 empregados, ficam para livre negociação entre Sindicato e empresas.

Tendo em vista que a Convenção Coletiva de Trabalho assinada em 2018, tem vigência de 2 anos (2018/2020), o Sindicato garantiu a renovação de todas as cláusulas.

“Com a reforma Trabalhista em vigor a Convenção Coletiva se tornou a principal fonte de proteção do trabalhador. São 94 cláusulas que tem força maior do que a lei. Direitos como a hora-extra de 60%, não tem na lei, somente na Convenção Coletiva dos Metalúrgicos; Adicional noturno de 35%, não tem na lei, somente na Convenção Coletiva dos Metalúrgicos; Cesta Básica (Vale-Alimentação), não tem na lei, somente na Convenção Coletiva dos Metalúrgicos, dentre outros como seguro de vida, garantia de emprego aos afastados por doença profissional ou acidente de trabalho, PLR, disse Wagner da Silveira, Juca, presidente do Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Piracicaba e região.

 

Sindicato realizou assembleias da Campanha Salarial nas empresas da base

 

Assembleia de Aprovação da Pauta – 20/09

 

 

Assembleia Campanha Salarial nas empresas Redrasfer e Fazanaro 

 

Delphi 

LinkSteel 

 

Indústrias Marrucci 

 

Fundição São Francisco

Dedini (Matriz)