Preço do etanol mais barato nas bombas

- Publicidade -

O preço do etanol, pelo menos em Piracicaba, está seguindo um ritmo de queda, segundo a Agência Nacional de Petróleo (ANP – Sistema de Levantamento de Preços (SLP). De acordo com o SLP, de 15 a 21 de março, o melhor preço do etanol na bomba, em Piracicaba, foi de R$ 2,879/l em dois Postos (bairros Jardim Monumento e Água Branca) e R$ 2,899/l, em três estabelecimentos (bairros da Paulista, Nossa Senhora de Fátima e distrito de Santa Teresinha). Já os maiores preços praticados no mesmo período foram de R$ 3,199/l, em sete Postos nos bairros Piracicamirim, bairro dos Alemães, Higienópolis, Alto da Glória, Vila Rezende, Jardim Nova Suíça e no Centro da cidade.
Dentro dos cálculos do SLP da ANP o valor mínimo foi constatado mesmo em R$ 2,879/l, na cidade, entre os dias 15 e 21 de março. A reportagem percorreu, nesta semana, alguns estabelecimentos e constatou valores ainda menores entre R$ 2,599/l a R$ 2,889/l. Proprietário de um Posto de Combustíveis localizado à avenida Cássio Paschoal Padovani, o empresário Augusto César Prado explicou que a redução não tem nada a ver com a questão do novo Coronavírus que pode reduzir a procura.
“Não tem nada a ver com o Coronavírus, não. Já havia caído na quinta-feira passada. A tendência é cair mais e isso já deveria ter acontecido há um mês”, disse ele. De acordo com Prado, se a gasolina tem preço alto, o álcool de certa forma a acompanha. Mas se a gasolina desce, o etanol tende a cair. Nesta semana, ele estava praticando o litro a R$ 2,977.
Segundo dados da ANP, nos postos de abastecimento a gasolina desde janeiro até o dia 14 de março caiu 1,3% e o diesel 3,8%. Na primeira quinzena do mês se intensificou a busca de mercado entre sauditas, russos e Emirados Árabes Unidos, o que contribuiu para a queda do preço mundial do petróleo. Os usuários já perceberam a queda nos preços do etanol.
“Cheguei a pagar esse mês R$ 3,200, o litro, e paguei R$ 2,977”, disse o jornalista Marcelo Basso. O funcionário público Tiago José do Amaral percebeu uma pequena queda entre R$ 0,10 e R$ 0,20 nas bombas. “Eu estava pagando R$ 2,99 e caiu para R$ 2,89 o litro. Mas já vi a R$ 2,79”, comparou ele, que gasta cerca de R$ 100 por semana.
O economista Francisco Crocomo observou, também, que uma queda de demanda pode contribuir conjuntamente para a redução dos preços. Porém, ele não vê a possibilidade de uma corrida aos postos, principalmente em tempos de Coronavírus. “Não adianta correr aos Postos e correr o risco de contágio”, disse ele.
Horário dos Postos
A ANP anunciou que os revendedores de combustíveis automotivos deverão funcionar, no mínimo, de 7 horas às 19 horas, de segunda-feira a sábado. Qualquer horário inferior deve ser solicitado e autorizado pela Agência. A medida é temporária e estará em vigor enquanto durar a pandemia do Coronavírus, avisou a ANP.
Antes da resolução da ANP, que ainda será publicada, o funcionamento dos Postos era das 6 horas às 20 horas. Segundo a ANP, a redução se deve à menor carga horária de trabalho nos Postos de Abastecimento por causa da queda da demanda provocada pelo Coronavírus.
FONTE: Gazeta de Piracicaba