Calor: com 40,3ºC, Piracicaba bate recorde do ano, aponta posto meteorológico da Esalq-USP

Com a onda de calor que atinge o interior do estado, em Piracicaba (SP) foi registrada a maior temperatura do ano nesta quinta-feira (1º). Foram 40,3ºC no início da tarde, conforme o posto meteorológico da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq/USP).

O recorde foi batido às 13:54, conforme a plataforma. Antes disso, a temperatura mais alta do ano foi registrada no dia anterior, quarta-feira (30), com 39,8ºC.

De acordo com a Defesa Civil de Piracicaba, a previsão é de temperatura máxima de 39ºC até sábado (3) e depois ela começa a cair um pouco. Apesar disso, não há previsão de chuva até o dia 9 de outubro pelo menos, e o tempo continua seco na região.

Rafard (SP), Águas de São Pedro (SP) e Ipeúna (SP) também podem ter temperaturas próximas aos 40ºC entre esta sexta (2) e sábado (3), conforme previsão da Defesa Civil do Estado de São Paulo para a região.

A Defesa Civil de Piracicaba não tem um posto meteorológico para medição de temperatura, então utiliza como base os dados de outras plataformas, como o posto meteorológico da Esalq.

Defesa Civil do Estado de São Paulo emitiu alerta para várias cidades sobre as ondas de calor — Foto: Reprodução

Defesa Civil do Estado de São Paulo emitiu alerta para várias cidades sobre as ondas de calor — Foto: Reprodução

Orientações

A Defesa Civil orienta os moradores durante os dias de mais calor:

  • Umidificar ambiente com toalha molhada, bacia de água ou umidificador
  • Evitar atividade física ao ar livre das 10h às 15h
  • Beber água

Falta de água

Por conta do clima seco, o Serviço Municipal de Água e Esgoto (Semae) informou nesta sexta-feira que o abastecimento de água em Piracicaba está prejudicado. A empresa está usando caminhões-pipa para complementar o abastecimento, mas mesmo assim, alguns bairros mais distantes e a zona rural podem ser afetados até o domingo (4). Veja quais são.

FONTE: G1 Piracicaba