Hora de sair do fundo do poço

O Brasil continua em crise, principalmente em razão dos erros cometidos na condução econômica, tanto pelo governo atual quanto pelo governo Temer, que optaram por colocar o País no papel de exportador de matéria prima e importador de bens industrializados, prejudicando a indústria nacional, impedindo a geração de empregos de qualidade e renda no Brasil e privilegiando apenas uma minoria já muito rica.

Também impuseram medidas nefastas como a reforma Trabalhista, a terceirização sem limites, o congelamento dos investimentos sociais (na área de saúde, educação, segurança pública e tecnologia, entre outros setores estratégicos) e a reforma da Previdência, prejudicando especialmente a classe trabalhadora e os aposentados, precarizando as relações de trabalho, enfraquecendo injustamente o movimento sindical atuante e não gerando os milhões de empregos prometidos.

O resultado não poderia ser pior: custo de vida nas alturas, cerca de 12 milhões de brasileiros desempregados, cerca de 5 milhões desalentados e outros milhões subocupados ou na informalidade, em trabalhos precários e sem direitos, e famílias inteiras voltando a estar na linha da extrema pobreza, passando fome e correndo riscos de vida.

Nós, com espaço para a reflexão, o debate e a organização de lutas e campanhas, podemos e devemos colaborar com estes nossos irmãos excluídos da sociedade brasileira. Precisamos de mais união e representantes que consigam levar para os governos e parlamentos as reivindicações populares e sociais.

Atuo há muitos anos no terceiro setor, com as ongs, as organizações da sociedade civil de interesse público e as comunidades de bairro, segmentos que precisam ser ouvidos e atendidos em suas reivindicações para beneficiar as populações mais necessitadas de serviços de qualidade por parte do poder público e da sociedade em geral.

Temos eleições gerais em outubro e podemos por intermédio no nosso voto mudar a realidade brasileira. Prepare o seu título de eleitor, debata com seus amigos, colegas e familiares e vamos juntos à luta por um Brasil justo, desenvolvido e melhor para todos!

Carlos Augusto Carlão – #merepresenta – @carlosaugustocarlao77