Festa julina do Sindicato reúne a família metalúrgica e os cidadãos de Piracicaba e região

Com muita pipoca, quentão, algodão-doce e várias comidas típicas, a Festa Julina do Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Piracicaba e região, animou (07/07), a noite dos associados da entidade e dos cidadãos de Piracicaba e região.

As alunas de ginástica ritmica do Sindicato, fizeram a abertura da festa e abrilhantaram o evento, realizando apresentações com aparelhos próprios da modalidade. Os alunos da academia do Sindicato, também realizaram apresentações de quadrilha.

A quadrilha interativa da Quadri-Pira, com o tema Copa do Mundo, agitou a galera e chamou o público para participar.

Para José Florêncio da Silva, Bahia, segundo vice-presidente do Sindicato, “a festa Julina do Sindicato resgata a tradição do povo piracicabano, e é feita para toda a família”, destacou.
As crianças se divertiram em vários brinquedos. Tinha cama elástica, piscina de bolinha, escorregador, dentre outros. Uma grande fogueira, também foi acesa.

O som da noite ficou por conta do grupo Forrófiando, que com o seu repertório baseado no forró nordestino tradicional, fez o público dançar e cantar. Nos intervalos teve Dj Fredd Elias.

Os associados do Sindicato também puderam conhecer um pouco sobre os 70 anos da entidade, através de uma exposição fotográfica, que foi montada no salão de eventos do Clube recreativo. A exposição ficará disponível para a visitação.

De acordo com Emerson Silva, sucrilho, secretário-geral do Sindicato, “a festa Julina do Sindicato, é feita para o trabalhador, para a família, para o povo de Piracicaba e região. É para as pessoas se divertirem e se sentirem a vontade”, comentou.

O encerramento da festa foi marcado por uma grande queima de fogos, que encantou a todos.