Aproximação do El Niño traz chuvas e deixa reservatórios com 100% da capacidade na região de Campinas

Reservatórios e rios das regiões de Campinas (SP) e Piracicaba (SP) ganharam um fôlego com as chuvas de final de novembro e início de dezembro. Para o Consórcio das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (PCJ), a explicação está na aproximação do fenômeno El Niño, e a atual condição alimenta uma expectativa de tranquilidade no abastecimento nos próximos meses.

“A nossa expectativa é que isso se mantenha para que possamos, ao final de março, ter, se possível, um Cantareira com 70% e as nascentes dos 76 municípios da nossa região revitalizadas”, afirma o secretário executivo do Consórcio PCJ, Francisco Lahóz.

As chuvas dos primeiros dias de dezembro acumularam o equivalente a 40% da média do mês todo, em Campinas.

O reservatório de Indaiatuba (SP) do Rio Capivari-Mirim está com 100% da capacidade e a água ultrapassa o limite da represa. Ele abastece 40% da cidade.

Em Valinhos (SP), há mais de uma semana os reservatórios da cidade também estão 100% abastecidos. O volume de chuva registrado entre 30 de novembro e 2 de dezembro chegou a 117,4mm, sendo que a média histórica é de 120mm no acumulado dos 31 dias do último mês do ano, segundo apuração da EPTV, afiliada da TV Globo.

A vazão do Rio Atibaia está quatro vezes maior do que o registrado no mês de junho, o período mais crítico do ano até o momento. Passou de 9,28m³/s para 45,63m³/s.

O Rio Piracicaba, que chegou a registrar vazão de 36m³/s em junho, está com índice quase cinco vezes maior. Em Nova Odessa (SP), o reservatório atingiu 66% da capacidade, índice considerado muito satisfatório no município, porque é maior do que o registrado neste período em 2017.

“Estamos otimistas pelas ações e obras previstas, e pelo clima e eventos climáticos. No momento, uma surpresa favorável”, afirma Lahóz.

Há previsão de chuvas nesta quarta-feira (5) na região.

FONTE: G1 Piracicaba