Campanha de reajuste da tabela do IR marca um ano do Câmara Convida

A campanha do Conespi (Conselho das Entidades Sindicais de Piracicaba), em parceria com a Câmara de Vereadores, que têm a finalidade de mobilizar a população, com o objetivo de pressionar o governo federal a reajustar a tabela do imposto de renda, foi um dos assuntos em destaque do programa “Câmara Convida”, exibido ao meio-dia desta sexta-feira (31). A atração contou com o presidente da entidade Wagner da Silveira, o Juca, titular do Sindicato dos Metalúrgicos de Piracicaba. Amanhâ (1) o programa completa um ano no ar.

Juca apresentou números elaborados pelo Sindicato dos Bancários de Piracicaba apontando para 88,4% a defasagem da tabela do imposto de renda. Segundo ele, a última correção se deu há 22 anos. “Um trabalhador que recebe R$ 1900,00 já está pagando imposto de renda. Se a tabela fosse corrigida com o tempo, hoje o trabalhador começaria a pagar o imposto a partir de R$ 3.500,00”, frisou. Ele lamentou que muitos trabalhadores veem o desconto no contra cheque “e não sabem o que de fato estão pagando”.

A situação do funcionário que perdeu o emprego, segundo Juca, é a mais preocupante. “Aquele que foi demitido vai ter sempre que pagar o imposto no ano seguinte. O trabalhador não se atenta pra isso”.

Juca explicou que a campanha está nas ruas com a coleta de assinaturas em praças públicas, portas de fábricas, órgãos públicos, sindicatos e instituições públicas e particulares. “Qualquer pessoa pode assinar o abaixo-assinado, pois as listas estão disponíveis nos sindicatos e podem ser retiradas no horário comercial”.

O titular do Conespi adiantou à TV Câmara que o objetivo e coletar um grande número de assinaturas a serem levadas ao Congresso Nacional.

2º BLOCO – Com dois mandatos na Câmara de Vereadores de Piracicaba, o segundo suplente do PPS Carlos Alberto Cavalcante participou do segundo bloco da atração. No último pleito eleitoral não conseguiu a reeleição. Permanecerá como vereador pelo período de 30 dias em substituição ao vereador Paulo Serra, do mesmo partido, que solicitou afastamento de um mês.

Carlinhos destacou o asfaltamento de boa parte das ruas da estância Lago Azul e Gran Park. “Nos meus mandatos eu fiz muitas indicações para afastar esses bairros, pois só quem convive com a poeira e lama sabe das dificuldades. O projeto foi concretizado depois que deixei à Câmara”.

Outra bandeira de trabalho é a construção de uma policlínica no bairro Parque Piracicaba. Carlinhos argumentou que a região cresceu muito nos últimos anos e necessita de uma nos mesmos moldes da que foi construída em Santa Terezinha. “Próximo a SP 304 são 1200 apartamentos que foram erguidos, além daqueles da Emdhap (Empresa Municipal de Desenvolvimento Habitacional de Piracicaba). Precisamos ter investimentos nas áreas de saúde e educação. Já temos o terreno e o prefeito Barjas Negri (PSDB) nos garantiu que construirá a policlínica por meio de uma emenda parlamentar do deputado federal Antônio Carlos de Mendes Thame”, adiantou.

No programa, ressaltou que a reciclagem dos entulhos depositados nos ecopontos do município não está acontecendo. “Lei municipal de minha autoria garante a reciclagem desses entulhos, mas eu não estou vendo isso”.

O parlamentar destacou que mesmo não conseguindo a reeleição de seu mandato, continua com o trabalho comunitário no Parque Piracicaba. “Não é porque não fui reeleito que vou parar. O trabalho continua, sempre”.

FONTE: Texto:  Marcelo Bandeira – MTB 33.121
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues – MTB 23.343