Sindicato sedia 8º Encontro de Cipeiros do setor metal-mecânico

Ações preventivas de saúde e segurança no ambiente de trabalho, foram temas de debates, no 8º Encontro de Cipeiros do setor metal-mecânico, realizado (21/09), no Clube recreativo do Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Piracicaba e região.

O evento é de iniciativa do Sindicato, Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (CEREST) e Ministério do Trabalho e Emprego. O apoio é do Sindicato dos Técnicos de Segurança do Estado de São Paulo (Sintesp) e Pro Ativa.

Estiveram participando do encontro, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Piracicaba e região, Wagner da Silveira, Juca; o prefeito de Piracicaba, Barjas Negri; Antenor Varolla, gerente regional do trabalho; Marcelo Zambon, Sintesp; Evandro Evangelista, secretário municipal do Trabalho e Renda; Alessandro Nunes da Silva, técnico de segurança do trabalho do Cerest; Ricardo Piton, agente de trânsito da Semuttran; diretores do Sindicato.

Para Wagner da Silveira, Juca, presidente do Sindicato, “O trabalhador com qualidade de vida produz muito mais, por isto o cipeiro deve ficar atento a todas as questões relacionadas ao ambiente de trabalho”, destacou.

A palestrante do encontro Vandrea Novello, terapeuta ocupacional, coordenadora da Saúde Mental no SUS de Piracicaba, enfatizou a questão da Prevenção ao Suicídio, tema da Campanha Setembro Amarelo. “O suicídio tem sido um mal silencioso, por que as pessoas não falam no assunto. Em 2017 ocorreram 23 suicídios em Piracicaba e outras 156 tentativas”, disse.

Eliane Soares, coordenadora de divulgação do Centro de Valorização da Vida (CVV), também destacou a importância da ação que ocorre este mês na sociedade, e que falar é uma forma de prevenção. “O cipeiro atuante deve observar atentamente o comportamento dos trabalhadores”, destacou.

Alessandro Nunes da Silva, técnico de segurança do trabalho do Cerest, enfocou a questão dos acidentes no setor metalúrgico e medidas de proteção e prevenção. Já Leonardo César Pires do Nascimento, técnico de segurança do trabalho da ArcelorMittal, falou sobre as medidas de proteção e prevenção para a movimentação de carga.

Para encerrar o encontro, Francisco Mergulhão, técnico de segurança do trabalho da Hyundai Motor, destacou sobre a questão da proteção e prevenção na atividade de manutenção industrial.

Segundo Barjas Negri, prefeito de Piracicaba, “toda vez que ocorre um acidente de trabalho, você tira o trabalhador da área produtiva, por isto é muito importante debatermos as técnicas preventivas”, destacou.